10 de mai de 2011

QUAIS ARTISTAS PLÁSTICOS INFLUENCIARAM A MODA? JÁ PENSOU NISSO?

Um tema proposto assim pareceria fácil, mas não é.
Simplificarmos neste momento o trabalho de algum deles seria como mutilarmos seus legados. E eu não o farei. Irei apenas citá-los e vou mostrar-lhes apenas a ponta do iceberg de emoções que cada um deles nos deixou em suas obras.
Difícil tarefa escolher dentre tantos bons quais mostrarem. Escolhi três que para mim representam o tema.
São eles: Frida Kahlo, Mondrian e Gustav Klimt.



Frida Kahlo, consagrada pintora mexicana, em suas próprias palavras "...quase assassinada pela vida", forjou na própria carne dilacerada seu estilo de ser, sua transcendência, e talvez seja um dos modelos exemplares de que o desamparo pode, mesmo como fonte permanente de angústia, ganhar uma feição criativa.
Uma vida que foi perpassada pelo sofrimento físico. A paralisia infantil na tenra infância. Mais tarde, o violento acidente urbano aos dezoito anos que literalmente despedaçou seu corpo e a fez penar a vida inteira, fazendo-a submeter-se a trinta e duas cirurgias, vinte e nove anos de dor contínua e finalmente a uma amputação da perna que não arrefeceram, apesar de tudo, sua resistência obstinada. Essa dor foi claramente reconhecida por ela ao referir-se ela própria ao acidente: “... e a sensação que desde então nunca mais me deixou de que meu corpo concentra em si todas as chagas do mundo".
E ainda: "minha pintura carrega em si a mensagem da dor. Creio que ela interessa pelo menos a algumas pessoas". Pintura que transbordava de seu corpo, de suas chagas abertas, de sua solidão. Justificando a abundância de auto-retratos disse: "pinto a mim mesmo porque sou sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor".
Esse trabalho contínuo de recomposição de sua imagem, essa luta pela reestruturação interna, como num mosaico mexicano, foi traduzida assim em suas próprias palavras: "Não estou doente. Estou partida. Mas me sinto feliz por continuar viva enquanto puder pintar".




 

 
 










  
 
 
 


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Pieter Cornelis Mondrian, geralmente conhecido por Piet Mondrian. (Amersfoort, 7 de Março de 1872 - Nova Iorque, 1 de Fevereiro de 1944). Foi um pintor Holandês modernista. Participou do movimento artístico Neoplasticismo.
Nascido em ambiente rural com clima de fazenda e sítio, Mondrian vinha de uma família extremamente religiosa. Seu pai, um pastor puritano, desejava que o filho seguisse a carreira clerical. A religião marcou o jovem Piet e o sentimento metafísico iria permear sua obra durante toda a vida, em maior ou menor grau.
Tendo um tio que trabalhava com pintura, interessou-se pela carreira artística, mas foi obrigado a enfrentar a visão ortodoxa da família, que via na arte um caminho para o pecado. Vê, porém, na possibilidade de dar aulas uma resolução ao seu dilema: prometeu ao pai estudar artes, tornando-se um professor.
Insatisfeito com o magistério, Mondrian sente a necessidade de libertar-se e estabelecer-se como pintor. Piet Mondrian começou a sua carreira como caminhoneiro ao mesmo tempo que ia praticando a sua pintura
Mondrian passa por um breve período simbolista, mas que lhe será fundamental para que atinja a abstração. A partir de 1917 até a década de 1940 desenvolve sua grande obra neoplástica. Essa fase de sua obra, a mais popularmente difundida, se caracteriza por pinturas cujas estruturas são definidas por linhas pretas ortogonais.Essas linhas definem espaços que se relacionam de diferentes modos com os limites da pintura, e que podem ou não serem preenchidos com uma cor primária: amarelo, azul e vermelho. Os blocos de cor, pintados de modo fosco e distribuidos assimetricamente, reforçam a idéia de um movimento superficial que se estende perpetuamente, indicando que o pintor investia na percepção de sua obra como uma abstração materialista e sem profundidade, criticando a pintura histórica enquanto produzia uma abstração racionalista, espiritualista e sobretudo concreta do mundo. Sua obra, muitas vezes copiada, continua a inspirar a arte, o design, a moda e a publicidade que a apropriam como design, sem necessariamente levar em conta sua fundamental e filosófica recusa à imagem.

 


 





 


Gustav Klimt (14/07/1862 Baungarten, Áustria – 06/02/1918)
Klimt simboliza o estilo art nouveau da virada do século 19 para o século 20.
Filho de uma família pobre, Gustav Klimt iniciou aos 14 anos seus estudos artísticos na Escola de Artes e Ofícios.
Em 1880, abriu com o irmão Ernst um ateliê de painéis decorativos. Realizou seus primeiros trabalhos no Teatro de Karlsbad e no Gurgtheater, numa época em que a arte floral começava a entrar em cena na Europa.
Klimt foi contratado para pintar a escadaria do Museu Histórico de Arte de Viena em 1891. Nessas pinturas, pôde dar uma contribuição pessoal ao estilo decorativo em voga. No ano seguinte, com a morte do irmão, Klimt desfez-se do ateliê e inscreveu-se na Sociedade dos Artistas Vienenses. Como dissidência dessa sociedade, fundou em 1897 o grupo Secessão. Em 1898, o Secessão realizou sua primeira mostra. Com a renda da exposição, Klimt e seu grupo construíram uma sede para o movimento, chamada de "Palácio da Secessão", com projeto de Joseph Olbrich. Klimt deixou o Secessão em 1905 para unir-se aos pintores austríacos e realizou várias viagens pela Europa e desenvolveu uma pintura muito própria - ornamental, linear e feminina.
Aclamado pela sociedade vienense, o artista pintou uma série de retratos de mulheres, entre os quais o retrato de Emilie Flöger, modelo com quem teve um envolvimento. Em seus últimos anos, dedicou-se a paisagens e cenas alegóricas, muitas delas inspiradas pelo pequeno castelo que adquiriu perto do lago Atter. Para muitos, "O Beijo", pintado entre 1907 e 1908, é sua obra-prima.
Em 1910, participou da Bienal de Veneza e no ano seguinte recebeu o primeiro prêmio na Exposição Internacional de Roma. Gustav Klimt morreu em 1918, vítima de um ataque de apoplexia.


 





COLABORAÇÃO: JOÃO VITA

Um comentário:

Gabi disse...

Robertaa !! adoreei o blog.. ta muito bacana !!
Beijos.. Gabrielle Ranucci Menali !!